Alimentação Infantil: Criando comedores intuitivos

Toda criança saudável nasce competente para aprender a comer e realizar escolhas
nutritivas. A responsabilidade dos cuidadores é oportunizar um ambiente o mais adequado
possível considerando o contexto, acompanhar o desenvolvimento do comer, e incluir a
criança nos vários processos que envolvem as refeições. O objetivo do curso é levantar a
discussão de práticas que facilitam e que atrapalham o comer intuitivo infantil.

Conteúdo que será abordado

  • O processo de aprendizado do comer;
  • Como o ambiente pode interferir positiva e negativamente a alimentação intuitiva;
  • A associação entre comer intuitivo e imagem corporal na criança;
  • Conversando com a criança sobre corpo e imagem.

Público-alvo: Nutricionistas, estudantes de Nutrição e demais interessados no assunto

Data: 15/05/2021 (Sábado)

Horário: 10h às 12h

Investimento: R$ 65,00

O curso será ao vivo e não ficará gravado

Plataforma que será utilizada: Google meet

Inscrição: Em Breve

O feminismo pode contribuir para uma melhora da imagem corporal?


Emagreça. Faça uma lipo, coloque silicone. Emagreça mais. Calma, não tanto!

Será que o feminismo pode contribuir para uma melhor satisfação corporal?

Um estudo americano feito com mais de 4 mil estudantes encontrou que mulheres identificadas por feministas relataram satisfação corporal significativamente maior do que mulheres não feministas.

Que saber mais sobre esse assunto?

Te inscreve no curso Feminismo, Nutrição e Perspectivas em saúde: Conexões possíveis clicando aqui

Feminismo, Nutrição e Perspectivas em Saúde: conexões possíveis

O objetivo do curso é trazer aproximações entre o feminismo e as áreas da Nutrição e da Psicologia, em especial no que tange a temática dos Transtornos Alimentares. Para isso, trará inicialmente uma crítica aos modos hegemonicamente masculinos de fazer e pensar em ciências e na saúde, apresentando a proposta das epistemologias feministas. Como exemplo de epistemologia feminista nestas áreas, será apresentada a Teoria da Objetificação, que trabalha questões em saúde mental (como os transtornos alimentares) por uma ótica das influências socioculturais. O curso propiciará reflexões sobre feminismo, a produção do conhecimento, a produção de padrões de beleza, e a problematização dos ideais da feminilidade em relação aos processos de adoecimento e piora em saúde mental e alimentar com foco nas mulheres.

Conteúdo que será abordado

  • Epistemologias Feministas;
  • Teoria da Objetificação;
  • Ideais de Beleza e Feminilidade;
  • Transtornos Alimentares.

Facilitadora
Ana Maria Bercht

Mini currículo
Psicóloga (CRP 07/27738). Doutoranda em Psicologia Social (2019-2022) e Mestra em Psicologia Social pela PUCRS (2016-2018) dentro do grupo de pesquisa Preconceito, Vulnerabilidade e Processos Psicossociais. Também compõe o grupo Epistemologias, Narrativas e Políticas Afetivas Feministas CNPq/PUCRS. Graduada em Psicologia (PUCRS). Trabalha principalmente com as temáticas de gênero, feminismo, direitos reprodutivos, processos psicossociais e saúde mental.

Público-alvo: Nutricionistas, Psicólogas e estudantes dessas áreas

Data: Janeiro de 2022

Horário: Em breve

Investimento: R$ 50,00

Introdução as abordagens não prescritoras de dieta

Conteúdo que será abordado:

– Me formei e agora?!
– Saúde e doença: o que aprendemos e como (re)construir?
– Filosofia e Psicologia aplicada a Nutrição
– Ferramentas práticas para aplicar no consultório

Facilitadora: Tamara Chazan

Mini currículo: Nutricionista (IPA). Mestre em Psicologia (PUCRS). Colaboradora do grupo de pesquisa do Programa de Transtornos de Humor (PROTHUM) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e do Grupo de Pesquisa de Comportamento Alimentar (GPCA) da PUCRS. Graduação em andamento em Psicologia (IMED). Diretora da Alimentas Ideias Nutritivas, onde coordena eventos científicos na área da Nutrição em Saúde Mental e realiza atendimentos. Professora de Pós-Graduação da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Concluiu o Programa Institucional de Cursos de Capacitação e Aperfeiçoamento Profissional (PICCAP) em Nutrição Clínica módulo Psiquiatria pelo HCPA tendo atuado na internação psiquiátrica e no ambulatório de Transtornos Alimentares adulto. Participou como colaboradora do Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPSi) do mesmo hospital no Programa de Transtornos Alimentares para adolescentes com Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa. Tem experiência e interesse de pesquisa nas áreas de Nutrição na Adolescência e Nutrição do Adulto, principalmente nos seguintes temas: Transtornos Alimentares, Transtorno por Uso de Substâncias, Obesidade, Comportamento Alimentar, Imagem Corporal, Mindfulness, Comer Intuitivo e Objetificação do Corpo Feminino.

Público-alvo: Nutricionistas, Psicólogas e estudantes dessas áreas
 
Datas: 27/10, 03/11, 10/11 e 17/11
 
Horário: Das 19h30 às 21h30
 
Inscrição: Enviar e-mail para eventos@alimentas.com.br com Nome completo e comprovante de pagamento.

Investimento: R$ 240,00 (todos os encontros) ou R$ 60,00 avulso

AVULSO (R$ 60,00)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

COMPLETO (R$ 240,00)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

***O curso será on-line, ao vivo e não ficará gravado

Fundamentos Motivacionais e adesão ao tratamento: da teoria à prática

Este curso oferece uma integração de dois modelos teóricos distintos e que se complementam no processo de auxiliar pacientes a realizarem mudanças efetivas. A Entrevista Motivacional traz habilidades de como conversar com o paciente de forma a estimular sua motivação intrínseca. O Modelo Transteórico de Mudança de Comportamento oferece uma estrutura para entender como a mudança ocorre e consequentemente, fornece estratégias para fazê-la acontecer. O curso tem uma proposta de aprofundamento teórico prático, com experiências clínicas e exemplos de casos que ilustram e enriquecem o aprendizado.

Conteúdo que será abordado

  1. Entrevista Motivacional e suas estratégias
  2. Modelo Transteórico
    1. Entendendo QUANDO as pessoas mudam: os estágios de mudança – o que são, para que servem e como identificar?
    2. Entendendo COMO as pessoas mudam: os processos de mudança – “motores”; marcadores e contexto de mudança
    3. Integrando os dois modelos

Facilitadora
Martha Ludwig.
Psicóloga, Psicoterapeuta. Experiência com trabalho interdisciplinar e formação, desenvolvimento de habilidade e supervisão para psicólogos, nutricionistas e outros profissionais da saúde. Doutora em Psicologia Clínica (PUCRS/UMBC), com Estágio de Doutorado com Carlo DiClemente, um dos criadores do Modelo Transteórico de Mudança de Comportamento, na University of Maryland Baltimore County. Treinamento avançado nos Estados Unidos em Entrevista Motivacional com William Miller e em Terapia Cognitivo Comportamental com Judith Beck. Autora de artigos e capítulos de livro sobre Modelo Transteórico e sobre TCC. Especialista em Terapias Comportamentais Contextuais (CEFI POA). Professora de Graduação em Psicologia e de diferentes Pós-Graduações no país. Criadora do @Psicomnutri.

Público alvo: Nutricionistas, Psicólogos e estudantes dessas áreas.

Datas: 09, 16, 23 e 30 de março de 2021.

Horário: Das 19h30 às 21h30.

O curso será online ao vivo e não ficará gravado.
Plataforma que será utilizada: Google Meet.

Prazo limite para se inscrever: 05/03/2021

Investimento: R$ 240,00 (todos os encontros)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!


ou R$ 120,00 (2 encontros)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!