Feminismo, Nutrição e Perspectivas em Saúde: conexões possíveis

O objetivo do curso é trazer aproximações entre o feminismo e as áreas da Nutrição e da Psicologia, em especial no que tange a temática dos Transtornos Alimentares. Para isso, trará inicialmente uma crítica aos modos hegemonicamente masculinos de fazer e pensar em ciências e na saúde, apresentando a proposta das epistemologias feministas. Como exemplo de epistemologia feminista nestas áreas, será apresentada a Teoria da Objetificação, que trabalha questões em saúde mental (como os transtornos alimentares) por uma ótica das influências socioculturais. O curso propiciará reflexões sobre feminismo, a produção do conhecimento, a produção de padrões de beleza, e a problematização dos ideais da feminilidade em relação aos processos de adoecimento e piora em saúde mental e alimentar com foco nas mulheres.

Conteúdo que será abordado

  • Epistemologias Feministas;
  • Teoria da Objetificação;
  • Ideais de Beleza e Feminilidade;
  • Transtornos Alimentares.

Facilitadora
Ana Maria Bercht

Mini currículo
Psicóloga (CRP 07/27738). Doutoranda em Psicologia Social (2019-2022) e Mestra em Psicologia Social pela PUCRS (2016-2018) dentro do grupo de pesquisa Preconceito,
Vulnerabilidade e Processos Psicossociais. Também compõe o grupo Epistemologias, Narrativas e Políticas Afetivas Feministas CNPq/PUCRS. Graduada em Psicologia (PUCRS).
Trabalha principalmente com as temáticas de gênero, feminismo, direitos reprodutivos, processos psicossociais e saúde mental.

Público-alvo: Nutricionistas, Psicólogas e estudantes dessas áreas

Data: 19/01/2021

Horário: Das 19h30 às 21h30

Investimento: R$ 50,00

Introdução as abordagens não prescritoras de dieta

Conteúdo que será abordado:

– Me formei e agora?!
– Saúde e doença: o que aprendemos e como (re)construir?
– Filosofia e Psicologia aplicada a Nutrição
– Ferramentas práticas para aplicar no consultório

Facilitadora: Tamara Chazan

Mini currículo: Nutricionista (IPA). Mestre em Psicologia (PUCRS). Colaboradora do grupo de pesquisa do Programa de Transtornos de Humor (PROTHUM) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e do Grupo de Pesquisa de Comportamento Alimentar (GPCA) da PUCRS. Graduação em andamento em Psicologia (IMED). Diretora da Alimentas Ideias Nutritivas, onde coordena eventos científicos na área da Nutrição em Saúde Mental e realiza atendimentos. Professora de Pós-Graduação da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Concluiu o Programa Institucional de Cursos de Capacitação e Aperfeiçoamento Profissional (PICCAP) em Nutrição Clínica módulo Psiquiatria pelo HCPA tendo atuado na internação psiquiátrica e no ambulatório de Transtornos Alimentares adulto. Participou como colaboradora do Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPSi) do mesmo hospital no Programa de Transtornos Alimentares para adolescentes com Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa. Tem experiência e interesse de pesquisa nas áreas de Nutrição na Adolescência e Nutrição do Adulto, principalmente nos seguintes temas: Transtornos Alimentares, Transtorno por Uso de Substâncias, Obesidade, Comportamento Alimentar, Imagem Corporal, Mindfulness, Comer Intuitivo e Objetificação do Corpo Feminino.

Público-alvo: Nutricionistas, Psicólogas e estudantes dessas áreas
 
Datas: 27/10, 03/11, 10/11 e 17/11
 
Horário: Das 19h30 às 21h30
 
Inscrição: Enviar e-mail para eventos@alimentas.com.br com Nome completo e comprovante de pagamento.

Investimento: R$ 240,00 (todos os encontros) ou R$ 60,00 avulso

AVULSO (R$ 60,00)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

COMPLETO (R$ 240,00)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

***O curso será on-line, ao vivo e não ficará gravado

Modelo transteórico de mudança: como utilizá-lo na prática?

Conteúdo
08/09 – Praticando os estágios de mudança e conhecendo os processos

22/09 – Praticando os processos de mudança e conhecendo os marcadores e contextos de mudança

29/09 – Modelo transteórico: integrando e praticando as dimensões

Facilitadora
Martha Ludwig.
Psicoterapeuta e supervisora. Doutora em Psicologia Clínica (PUCRS/UMBC). Estágio de Doutorado com Carlo DiClemente (na University of Maryland Baltimore County). Treinamento nos Estados Unidos em Entrevista Motivacional com William Miller e Terapia Cognitivo Comportamental com Judith Beck. Autora de artigos e capítulos de livro sobre Modelo Transteórico e sobre TCC. Especialização em Terapias Comportamentais Contextuais CEFI.

Datas: 08, 22 e 29 de setembro 2020

Horário: Das 19h30 às 21h30

Online e Ao vivo

Turmas pequenas, vagas limitadas

Inscrição: Enviar nome completo e comprovante de pagamento para eventos@alimentas.com.br

Investimento e Forma de pagamento: Boleto ou cartão de crédito 1 dia (R$ 60,00)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Curso completo 3 encontros (R$ 180,00)

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Dia dos pais

Tanto a presença como a ausência dos pais podem influenciar profundamente a saúde mental e emocional dos seus filhos, seja positivamente ou negativamente. Apesar de que culturalmente a influência sobre os filhos seja mais associada a mãe, o envolvimento paterno é muito importante para um desenvolvimento saudável dos filhos. Nos tempos atuais a participação ativa do pai está cada vez sendo mais necessária.
O cuidado com os filhos esteve ligado historicamente a mãe, pois a sociedade funcionava dessa maneira, com a mulher em casa cuidando dos filhos, fazendo comida e com o marido trabalhando. Aos poucos, vem sendo ampliados esses papéis que foram estabelecidos.
Mesmo com essas mudanças, ainda há pais que não são presentes. A imagem de um pai ausente, com a criação de um vínculo pouco seguro, distante afetivamente e com poucas possibilidades de comunicação com o pai está relacionado inclusive ao desenvolvimento de transtorno alimentar nos filhos.
Além disso, eles também podem auxiliar muito no tratamento de transtornos alimentares sendo presentes e ativos no seu papel.
Parabéns a todos os pais que cuidam o máximo possível dos seus filhos e a quem acaba exercendo o papel de pai!!

Receitas

Receitas

Banana prática

  • 1 banana
  • 1 fatia de queijo
  • Pitadas de canela a gosto
  • Preparo: Misturar todos os ingredientes e colocar no microondas.

Bolo caseiro de maçã ou banana

  • 2 xícaras de farinha integral
  • 2 xícaras de açúcar mascavo
  • 1/2 xícara de aveia
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 2 maçãs picadas ou 2 banana picadas
  • 1/2 xícara de água
  • 4 ovos
  • 1 xícara de óleo
  • 2 colheres de sopa de fermento químico
  • Preparo: Misturar primeiro ingredientes secos e depois juntar o restante. Assar no forno 180ºC.

Panqueca de aveia

  • 1 ovo
  • 1 colher de sopa de farinha de aveia
  • 1 colher de sopa de requeijão
  • Preparo: Misturar todos os ingredientes e colocar em uma frigideira (tipo panqueca) cozinhar um lado e depois o outro. Acrescentando cebolinha e/ou salsinha durante a preparação dá um toque especial.

Fruta com pasta de amendoim

  • 1 maçã
  • 1 colher de chá ou sopa de pasta de amendoim
  • Cacau em pó a gosto
  • Canela em pó a gosto
  • Preparo: Picar as frutas e misturar os outros ingredientes. Obs: pode ser feito com banana e morango também.

Barra de cereal caseira

    • 1 banana
    • 1 colher de sopa de aveia ou granola
    • Cacau em pó a gosto
    • Canela a gosto
    • Castanha de caju a gosto
    • Preparo: Misturar todos os ingredientes em um prato (amassar a banana com garfo). Colocar no microondas por 2 minutos e moldar em formato de tira/barra de cereal.  Colocar na geladeira e deixar por 24h.

Almôndega no forno

  • 1 “pacote” de carne moída
  • 2 ovos
  • aveia em flocos a gosto
  • salsinha e cebolinha a gosto
  • queijo ralado a gosto
  • sal a gosto
  • Preparo: Misturar todos os ingredientes. Com uma colher de sopa, espaçar em uma forma e colocar no forno.

Chips de legumes

  • Cortar uma cenoura em rodelas bem fininhas ou 1 berinjela, temperar com azeite de oliva, sal, orégano e colocar no forno. Opção de acrescentar queijo ralado.