foto divulgação Alimentas

Nutricionista e coach: esclarecimentos

O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) considera inadequada a designação de “nutricionista e coach”, sendo recomendado apenas o registro em currículo do curso realizado. O Sistema Conselhos Federal e Regionais de Nutricionistas não reconhece curso de coaching como especialidade. Aos nutricionistas que desejarem atuar como coach, orientamos a desvincularem essa denominação associada com a da sua atuação profissional.
Atualmente existe uma tendência a se utilizar novas nomenclaturas associadas a atuação de diversos profissionais. É possível que a necessidade de se diferenciar num mercado altamente competitivo leve a adoção dessa prática por parte de diversos profissionais, visando alguma distinção na sua atuação técnica.
Nesse contexto, o termo coaching está sendo utilizado pelo nutricionista como uma ferramenta gerencial, potencializando sua atuação em áreas como comunicação, administração e gerenciamento, conhecimentos básicos da formação.
coach não possui registro de ocupação na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO)1 . O Projeto de Lei (PL) nº 5.554/2009, que visava regulamentar o exercício dessa profissão, foi arquivado em 5 de março de 20122 , não tendo a prática qualquer regulamentação legal.
A Sociedade Brasileira de Coaching, empresa criada em 1999, dedicada ao desenvolvimento dessa prática divulga que ocoaching é formado por um corpo de conhecimento multidisciplinar – ciências do comportamento, filosofia, desenvolvimento e aprendizado de adultos, teoria dos sistemas, ciências organizacionais e liderança. Destaca, ainda, que a prática é totalmente orientada à ação e à aplicação imediata, com foco no aumento de performance de profissionais. Ainda segundo a associação, o coach (profissional que conduz o processo) não dá conselhos, não fornece suas próprias soluções ao coachee (cliente) e nem estabelece com o cliente uma relação de mentor; mas sim, leva o cliente a encontrar e a implementar suas próprias soluções 3.
Já o Instituto Brasileiro de Coaching (escola de Coaching do Brasil) informa que coaching é uma metodologia nova que busca atender as necessidades humanas, como atingir metas, solucionar problemas e desenvolver novas habilidades no ambiente pessoal ou profissional. Destaca também, que a maior carga horária em formação em coaching no Brasil são 180 horas (36 horas na Universidade Virtual do Coaching, 90 horas presenciais e 54 de atividades complementares) 4 .

1. Ministério do Trabalho e Emprego, 2017, Brasil.
2. Portal da Câmara dos Deputados, Brasil.
3. Portal da Associação Brasileira de Coaching.
4.  Portal do Instituto Brasileiro de Coaching.

foto divulgação Alimentas

De Cinderela a moura torta: sobre a relação mulher, beleza e feiúra

O presente trabalho busca explicitar como as atitudes em relação à feiúra, quer seja ver-se feio ou atribuir feiúra ao outro, revelam maneiras na forma de lidar com o corpo, que por sua vez produzem vínculos sociais até então não evidenciados. A feiúra é atualmente uma das formas mais presentes de exclusão social feminina. As autoras ressaltam como a imagem da mulher e do feminino continua associada à da beleza, havendo cada vez menos tolerância para os desvios nos padrões estéticos socialmente estabelecidos. Tomando a gordura como o paradigma da feiúra, apontam para os processos de exclusão vividos por aqueles que nela se enquadram. O trabalho é ilustrado com algumas falas colhidas em pesquisas anteriores realizadas por uma das autoras.

Leia o conteúdo completo em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-29072003000100002

foto divulgação Alimentas

Por que os carboidratos são colocados como vilões?

Carboidratos são macronutrientes responsáveis por nos fornecer energia.

Dietas de baixo conteúdo de carboidrato surgiram em 1863, propostas primeiro por um agente funerário, William Banting, depois por médicos, como Nathaniel Davis, que publicou Comida para gordos: tratado sobre a corpulência com dieta para sua cura. 

É muito antigo, certo? E se teve a dieta de South Beach, dieta Dukan e o problema de obesidade continua, talvez colocar o carboidrato como vilão não seja a melhor ideia! Pelo seguinte, ele serve para nos fornecer energia. O que acontece é que quando comemos em excesso, o corpo estoca como gordura, para usar mais tarde.

Confira os carboidratos que junto com as carnes, ovos, legumes, hortaliças, frutas, lácteos, leguminosas devem ser a base da nossa alimentação, conforme o Guia Alimentar para a população brasileira:

batata, arroz, aipim massa e farinhas.

Esses alimentos devem sim ser consumidos, junto com outros, em quantidades adequadas para nos fornecer energia e os nutrientes que precisamos. Veja que pão e doces não estão nessa lista.

 

Calma. Isso não significa que não podemos comer pão e doces. Isso significa que pão e doces não podem e não devem ser a base da nossa alimentação! O pão pode estar presente no café da manhã por exemplo, e os doces podem ser consumidos com moderação, já que tem uma função grande de prazer e pouco nutritiva. Zerar carboidrato, fazer low carb, fazer restrição importante com o carboidrato não é uma estratégia interessante a longo prazo e aumenta o risco de compulsão. Procure uma nutricionista caso precise de um auxílio específico sobre carboidratos.

Apoio: Chaves e livro Nutrição Comportamental

 

 

foto divulgação Alimentas

Grupo de Estudos Nutrição e Mindfulness

Grupo de Estudos 
Nutrição e Mindfulness

Objetivo
Estudar o que a literatura científica vem trazendo sobre Mindfulness, com foco em Mindful Eating.

Conteúdo
Mindful Eating (Comer com atenção plena), comer intuitivo, discussão de caso.

Público-alvo
Nutricionistas e estudantes de Nutrição.

Início
04/04/2018
Encontros quartas-feiras quinzenais.
Duração
Abril até junho.
Datas 
04/04; 18/04; 02/05; 16/05; 30/05; 13/06 e 27/06.
Horário
14h às 15h30
Local: Alimentas

Inscrição
Enviar nome completo  para eventos@alimentas.com.br informando Nutrição e Mindfulness no campo “assunto” e efetuar o pagamento por boleto ou cartão de crédito (Via Pagseguro).
Investimento mensal
R$ 180,00 (10% de desconto para pagamento direto de maio e junho)
Facilitadoras
Lauren Frantz Veronez e Tamara Goldstein Chazan.

Pagamento mensal:


Pagamento maio e junho:




Saiba mais sobre nós em: http://alimentas.com.br/category/quemsomos/