2886

Faça as pazes com seu prato

Adepta da linha de estudos da Nutrição Comportamental, a nutricionista Tamara Goldstein Chazan explica que a forma como uma pessoa se relaciona com a comida passa sempre pelo mesmo caminho: as emoções. E, ah, são tantas… Tristeza, tédio, solidão e a campeã de todas, a ansiedade, acabam sendo motivadoras do comer transtornado. Em um grupo de apoio semanal em Porto Alegre, ela orienta mulheres a não classificar alimentos como “bons e ruins” e esquecer a regra de comer de três em três horas.
– É preciso incentivar e resgatar o comer intuitivo, fazer com que as pessoas possam ser donas de suas escolhas alimentares. Não há dietas ou planos, não debatemos números, de peso e calorias. O que se busca é saúde – diz Tamara.

• PARA PARTICIPAR EM PORTO ALEGRE
A psicóloga Maria Isabel Mattos e a nutricionista Tamara Goldstein Chazan coordenam um grupo de apoio semanal para mulheres que brigam com a comida e a balança. Ocorre toda segunda-feira, das 19h30min às 20h30min, na Alimentas Ideias Nutritivas (Av. Ipiranga, 7464 sala 1124, Jardim Botânico), com participação mensal a R$ 220,00. Informações (51) 99228.5025.

•  PARA LER
O Peso das Dietas (Sophie Deram, Editora Sensus, 2014) Baseada em estudos científicos, a autora mostra que fazer regime é a principal fonte de ganho de peso das pessoas, a longo prazo e mostra alternativas para manter uma vida mais saudável e equilibrada.

PARA ASSISTIR
Embrace (Netflix) A ativista Taryn Brumfitt lidera uma cruzada para acabar com o constrangimento que somos levados a sentir de nosso corpo e criar uma nova forma de percepção corporal.

2886

 

Prescrever uma dieta nem sempre é garantia de que o paciente vai conseguir emagrecer e adquirir novos hábitos, sejam bons porque muitas vezes aprendem a comer mais salada e frutas, seja ruim porque se privam do comer social em função de não poder sair da dieta. Prescrever dieta pode ser fator de risco para o desenvolvimento de Transtornos Alimentares.

E, se nunca se fez tanta dieta e a população nunca esteve tão doente, qual será uma alternativa no tratamento desses pacientes que vivem em briga constante com a comida e o corpo?

O CURSO: Como seu paciente se relaciona com a comida? está na sua 6ª edição e se propõe a capacitar profissionais e estudantes de Nutrição e Psicologia que desejam se aprimorar na área do comportamento alimentar com um olhar mais humano, ouvinte e menos prescritor.

CONTEÚDO
Visão crítica das dietas e como tratar sem elas
Obesidade, saúde e estética
Mindfulness, Mindful Eating e Mindless Eating
Ferramentas para utilizar no consultório

DATA: 17/03/2018
HORÁRIO: 8h às 12h (TURMA 1, vagas esgotadas) 14h às 18h (TURMA 2)
LOCAL: Alimentas Ideias Nutritivas (Av. Ipiranga, 7464/1124 – Jardim Botânico – Porto Alegre, RS).
PÚBLICO-ALVO: Estudantes e profissionais de Nutrição e Psicologia
Será fornecido certificado.
Turmas pequenas, vagas limitadas.

INVESTIMENTO
R$ 100,00.

FACILITADORA
Tamara Goldstein Chazan.
Nutricionista pelo Centro Universitário Metodista IPA. Pós-graduada em Psicologia em Nutrição: Intervenções no Comportamento Alimentar pelo IPGS. Mestranda em Psicologia pela PUCRS. Membro do Departamento de Transtornos Alimentares e Obesidade do Contemporâneo Instituto de Psicanálise e Transdisiciplinaridade. Professora no IERGS. Diretora da Alimentas Ideias Nutritivas onde realiza atendimentos e organiza cursos na área do Comportamento Alimentar. Palestrante convidada em eventos com o tema Transtornos Alimentares.

INSCRIÇÕES ENCERRADAS. 

POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Em caso de desistência por parte do aluno, o valor integral será devolvido somente se o pedido de cancelamento for feito 7 dias após o pagamento. Se o pedido de cancelamento for feito após 7 dias de ter sido efetuado o pagamento ou o aluno não comparecer no dia do evento, o valor poderá ser usado para participar de outro curso da Alimentas.

2886

Nem jejum, nem comer de 3 em 3h. Entenda o que é Mindful Eating.

 

Se você já se engajou em dieta alguma vez na vida e não conseguiu manter por muito tempo, pode ser que tenha buscado outra. E outra e depois outra de novo. As dietas funcionam a curto prazo muitas vezes, mas estamos vendo que cada vez mais não é necessário fazermos privações grandes, até porque elas não vão ser duradouras. Low Carb, Paleo, Atkins, Jejum Intermitente ou até uma dieta prescrita por nutricionista pode não ser sustentável a longo prazo.

Você já ouviu falar em Mindful Eating?

Mindful Eating tem como tradução para o português: Comer com atenção plena. É muito mais do que comer prestando atenção aos alimentos ou mastigar devagar. Para ser um comedor mindful, você que decide QUANDO e QUANTO vai comer. A ideia é resgatar sinais de fome e saciedade e ter prazer em comer. Quer conhecer as práticas do Mindful Eating e se tornar um comedor intuitivo? Conheça o grupo da Alimentas ou agende uma consulta individual (51) 99228.5025.

2886

TPM e vontade de comer chocolate

 


TPM e vontade de comer chocolate

Existe um complexo agrupamento de sintomas físicos e psicológicos, associado à menstruação, conhecido como transtorno pré-menstrual (TPM). Os sintomas variam, mas em geral são desconforto, ansiedade, depressão, fadiga, dor nos seios e câimbras.

Relata-se que tais sintomas ocorrem aproximadamente 1 semana a 10 dias antes do início da menstruação, aumentando de intensidade durante esse período.

A serotonina é um neurotransmissor que atua regulando o humor, sono, apetite e outros. Tem como precursores de sua síntese o aminoácido triptofano que está presente na banana e também no… chocolate!

Sim, por isso que o existe o desejo de consumir chocolate no período pré-menstrual. E pode?

Claro que sim! O ideal é que seja após uma refeição grande como almoço ou jantar, nunca em jejum. Consuma uma quantidade pequena/moderada, suficiente para matar a sua vontade. Se você tem dificuldades de controlar a quantidade, opte pela porção que irá consumir, como um bombom ou uma trufa. Evite comprar barras. Gostou dessa dica? Compartilhe para ajudar outras mulheres!

Fonte: STUMP, S. E.; MAHAN, L. K.; RAYMOND, J. l. Alimentos, Nutrição e Dietoterapia, 2012.

2886

Você tem compulsão alimentar?

A compulsão alimentar se caracteriza por perda da capacidade de controlar a quantidade de comida que se está comendo e uma ingestão maior do que as outras pessoas conseguiriam consumir em momento semelhante. Diferente da Bulimia, não há nenhuma compensação para evitar o ganho de peso. Pode durar alguns minutos ou até 2h.

A prática de dieta muitas vezes não funciona para essas pessoas e um dos primeiros passos para melhorar a relação com a comida é interromper a prática de dietas e refletir sobre as situações que podem estar acontecendo para que a compulsão aconteça. A Alimentas conta com um grupo todas as segundas-feiras das 19h30 às 20h30 coordenado pela Nutricionista Tamara Chazan e pela Psicóloga Maria Isabel Mattos para pessoas que estejam passando por alguma dificuldade na hora de comer. Informe-se pelo (51) 99228.5025.